Seminário de formação e planejamento das supervisoras e formadoras do PNAIC

 

          No último sábado, 21 de agosto, as formadoras, supervisoras e coordenadoras do PNAIC em Santa Catarina se reuniram para o seminário de formação e planejamento que busca discutir coletivamente e aprofundar os conceitos propostos nos materiais do Pacto que serão utilizados na próxima formação dos orientadores e orientadoras de estudo, além de planejar as atividades que serão desenvolvidas entre os dias 6 e 9 de outubro, na formação realizada nos polos.

         O seminário inciou com uma fala da professora Nadir Peixer sobre CurrículoAvaliaçãoSeriação Ciclo para introduzir as discussões propostas na unidade oito do PNAIC e foi sucedida por discussões e reflexões e por planejamentos da próxima formação em cada polo.

 

Encontro com Magda Soares

No encontro promovido pelo Cenpec em parceria com a Fundação Volkswagen, Magda Soares debateu o tema Formação de rede: uma alternativa de desenvolvimento profissional de alfabetizadores/as, na perspectiva do Projeto Alfaletrar, uma parceria entre a especialista e a Secretaria Municipal de Educação de Lagoa Santa(MG). O objetivo do Projeto, iniciado em 2007 com as escolas da rede pública do município, é desenvolver habilidades da língua escrita com os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental.

 Assista aqui : http://new.livestream.com/ag7/cenpec/videos/30346063 , na íntegra, ao debate ocorrido no dia 18 de setembro na sede do Cenpec, em São Paulo.

Fonte: http://www.plataformadoletramento.org.br/em-revista/341/encontro-com-magda-soares.html

Sobre os seminários municipais

Os seminários municipais do PNAIC deverão acontecer após a última formação dos orientadores de estudo e dos alfabetizadores, portanto no final do mês de outubro e início do de novembro. Desse evento público participam a comunidade escolar e também a externa à escola. 

O evento deverá contemplar:

1. Convite às autoridades e comunidade.

2. Carga horária de 8 horas.

3. Palestra sobre o processo de alfabetização na perspectiva do letramento.

4. Socialização de trabalhos desenvolvidos em turmas de alfabetização, que demonstrem como as crianças estão se apropriando do sistema da escrita alfabética.

 

Atividade desenvolvida no município de Schroeder

Os alunos do 1º ano 01 matutino e vespertino, da Escola Municipal Profª Clarice Lange Jacobi, no município de Schroeder, sob a coordenação da professora Cristiane Fernandes Sabino, vêm desenvolvendo o projeto Malinha da Leitura, com o intuito de alfabetizar letrando, valorizar, compartilhar e envolver os alunos em leituras, sendo estas através de empréstimos de literatura infantil (contos, fábulas, aventura, gibi, poesias, etc). O projeto faz parte de uma das ações do PNAIC (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa), ao qual todas as escolas da rede municipal participam.

Os alunos escolhem uma leitura toda sexta-feira, a qual será lida pelos pais aos seus filhos e devolvido na segunda-feira, com o devido preenchimento, pala criança, da ficha de empréstimo, em que é mencionado o nome do livro, a data de empréstimo e devolução deste.
Por ordem alfabética, o aluno leva um caderno decorado (Malinha da Leitura),
juntamente com seu livrinho escolhido, então a família e a criança registram fatos importantes da história lida ou como foi à leitura nessa família, já a criança registra através de desenho a parte que mais gostou da história. Na segunda-feira essa mesma criança reconta sua história aos colegas e mostra seu registro na “MALINHA DA LEITURA”.

Os resultados estão sendo significativos para professora, alunos e pais envolvidos, pois como sabemos a leitura estreita o vínculo familiar, sendo ela uma experiência compartilhada, e mesmo a criança não lendo convencionalmente, ela presencia das mais variadas situações de leitura, rindo, se emocionando, descobrindo o universo mágico que a leitura nos proporciona, principalmente como suporte para o aprendizado no processo de alfabetização e o prazer em ler, ouvir e relatar uma história.

 

Das primeiras letras aos multiletramentos: caminhos na história brasileira

O infográfico Das primeiras letras aos multiletramentos: caminhos na história brasileira convida à retomada das tendências e práticas do ensino-aprendizado da língua escrita em nossa história, desde o advento da República (final do século XIX), quando se inicia a escolarização e sistematização do ensino em nosso país, até os dias atuais, em que se discutem as mudanças sociais promovidas pelas novas mídias de informação e comunicação, e seus reflexos na educação.

Representamos em três linhas aspectos políticos, pedagógicos e conceituais desse percurso:

• linha verde: Ensino da língua escrita: sistematização – cartilhas e outros materiais didáticos;

• linha rosa: A escrita na história e na política brasileira: escolarização; alfabetização e cidadania;

• linha azul: Caminhos pedagógicos do ensino da língua escrita: influência do contexto social e político e dos estudos acadêmicos.

Acesse aqui: http://www.plataformadoletramento.org.br/hotsite/infografico-letramento/ e boa viagem!

 

FONTE: http://www.plataformadoletramento.org.br/acervo-especial/105/das-primeiras-letras-aos-multiletramentos-caminhos-na-historia-brasileira.html

Atividade desenvolvida no município de Chapecó

Com o objetivo de motivar o aluno para leitura e escrita, através da ludicidade, em contato com as pessoas em sociedade a Escola Antônio Morandini de Chapecó fez uma ação que envolveu alunos do 1º ano.

Conforme chegavam os acervos de livros de literatura do PNAIC, apareciam os questionamentos: o que fazer com tantos livros? Como apresenta-los às crianças? Foi aí que surgiu a ideia: todos os alunos saíram da sala de aula e se dispuseram em frente à escola, da qual tem um movimento grande de circulação de pessoas. Com isso os alunos foram motivados a chamar as pessoas rua para realizarem a leitura, juntamente com eles.

 

          

Essa troca entre adultos e crianças mediando à leitura fez perceber que a cada dia deve-se ler mais e mais, pois a melhor forma de incentivar as pessoas é através do exemplo e com a leitura não é diferente. Ler por prazer e com emoção. Para a Professora: “Ser mediador no processo de leitura é maravilhoso. Instigar as crianças a descobrir o mundo da imaginação através da leitura é um processo muito gratificante. A leitura é fundamental não apenas na formação do aluno, mas também na formação do cidadão, para enriquecer as suas próprias ideias”.

Após essa experiência positiva, no dia 09 de julho os alunos fizeram uma visita ao Centro de Convivência do Idoso em Chapecó, com a turma de 1º ano que está em processo de alfabetização. O objetivo foi trocar leituras e conhecimentos com os idosos. A experiência foi imensurável, ver o interesse e o brilho nos olhos dos leitores e interlocutores, não tem explicação, relata a professora.

         

         

Letramento na esfera escolar (Profa. dra. Nilcea Pelandre)

A abertura do III Seminário de formação realizado em Fraiburgo, pelo Polo de Florianópolis, foi marcada por uma palestra da coordenadora do PNAIC em Santa Catarina, professora drª Nilcéa Lemos Pelandré, que tratou sobre o o letramento na esfera escolar.

Letramento na esfera escolar

Você pode fazer o download do material utilizado na palestra aqui: Letramento na esfera escolar

III Seminário de formação no polo 2 (Joinville e região)

 A formação ocorrida em Balneário Camboriú pelo Polo de Joinville e Região (polo 2) teve como foco as unidades 6 e 7 dos cadernos do PNAIC e comtemplou discussões em torno do planejamento por meio de projetos e sequências didáticas no diálogo com diferentes componentes curriculares e ainda abordou reflexões em torno da heterogeneidade e dos direitos de aprendizagem no ciclo de alfabetização.

  As imagens são capazes de revelar o empenho de toda a equipe: orientadores de estudo, formadores e supervisão!

                                   

      

      

       

        

        

        

Pela janela dos olhos

Na 4ª formação do PNAIC em Fraiburgo/SC, realizada de 21 a 23 de agosto e sob supervisão da Profa. Lilane Moura, os professores orientadores de estudos escreveram seu primeiro livr@ de poemas “Pela janela dos olhos”, organizado pela Profa. Jilvania Bazzo.

Considerando que a Unidade 6 – Ano 1, 2 e 3 abordava a questão da organização do trabalho pedagógico por meio de projetos e sequências didáticas, os cursistas foram tecendo o Projeto LER, para quê?, cuja sequência didática ensejou na publicação da presente obra. Trata-se, portanto, do resultado de uma experiência lúdica envolvendo a produção do gênero textual poema.

A expectativa é que cada professor orientador de estudos, envolvido neste processo, crie um percurso de autoria e produza com a sua turma de professores alfabetizadores outros livr@s e com outros gêneros, como contos, crônicas, receitas, músicas/paródias, piadas, parlendas, rimas, adivinhas entre outros causos.

 

Faça o download da obra aqui: Pela Janela dos Olhos

Fluxograma de Comunicação