Revista Linha Mestra

COLE color

O PNAIC/SC, em nome da  supervisora Lilane Maria de Moura Chagas e da formadora Jilvania Bazzo, têm muita alegria em comunicar a cada um de vocês a publicação, na Revista Linha Mestra, de nosso artigo intitulado “Leitura de fruição no Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa no estado de Santa Catarina”, conforme arquivo ANEXO.

Trata-se do resultado parcial de uma pesquisa, ainda em andamento, sobre a leitura deleite no PNAIC. Informo ainda que o referido trabalho foi apresentado neste ano no 19º COLE – Congresso de Leitura do Brasil. Nele, apresentamos os sentidos e os efeitos da formação literária implementada no ano passado com a turma 3, do polo Florianópolis.

Como a pesquisa continua, em breve, publicaremos os resultados dos dois anos do Programa 2013-2014.

Caso desejem ler a Revista Linha Mestra (com todos os artigos do Cole publicados), está disponível no site: http://linhamestra24.wordpress.com/.

Registramos que outros artigos trazem também o PNAIC como fio condutor das reflexões sobre leitura e formação docente. Vale a pena conferir!

Entrevista – Nilcéa Lemos Pelandré

Nilcéa Pelandre

Santa Catarina aderiu ao Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), um compromisso formal assumido pelos governos federal, dos estados e dos municípios, de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

Até 2014 um total de 546 orientadores de estudos e 8.027 professores catarinenses estudam sobre os fundamentos e metodologias de alfabetização em Português e Matemática, por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Educação e a UFSC.

Para falar sobre a estrutura do Programa e os resultados esperados nas salas de aula, o Escola Aberta convidou a professora Nilcéa Lemos Pelandré (doutora em Linguística) e coordenadora-geral do PNAIC, em Santa Catarina.

 Para conferir a entrevista na Íntegra, CLIQUE AQUI.

Sequência Didática – Trabalho de Observação, Geometria

À Coordenadora Municipal do PNAIC, Karina Chiarani Faccin socializou a sequência didática realizada no ciclo de alfabetização, que nesse caso foi a geometria. Onde envolveu mais disciplinas curriculares no programa nacional da alfabetização na idade certa.

A orientadora Sra. Ivonete Ceron Piccoli juntamente com a professora de Artes Sra. Fabiana Kopp Benque, desenvolveram um planejamento onde os educandos puderam perceber os diversos ângulos e formas geométricas que são utilizados na construção civil. A metodologia utilizada pela professora foi a observação de casas localizadas ao redor da unidade escolar.

Aproveitando o trabalho de observação a professora explicou sobre ponto de fuga e linha do horizonte, que são elementos da perspectiva, que determinam o nível e o ângulo visual do espectador no contexto do desenho.

Os alunos sentados ao redor da escola observaram algumas casas de diversos pontos de vista, o trabalho foi realizado com motivação. As crianças perceberam que há diversas formas geométricas usadas na construção civil, seja casa, prédios ou outras construções.

DSC_0120  DSC00013   DSC09985DSC09961

 

 

 

 

 

 

 

Projeto Leitura – Sacola Viajante

Recebemos no dia 30 de julho de 2014 da Orientadora Marivane Xavier e Coordenadora Eleandra Martelli Bianchi do município de Lageado, o material aplicado em sala de aula. Abaixo vocês podem entender o que o material traz, como foi aplicado e quais são os objetivos dele.

“Os benefícios da leitura são amplamente conhecidos, afinal quem lê adquire cultura escreve melhor, amplia o vocabulário e tem melhor desempenho escolar.Para que esta habilidade seja desenvolvida como um ato de prazer ela deve ser instigada desde a mais tenra idade por pais e professores. De acordo com Adriana Maricato: “Quanto mais cedo histórias orais e escritas entrarem na vida das crianças, maiores as chances de ela gostar de ler”. (MARICATO, 2006,p.18).Considerando que a postura adotada pela escola, referente à pratica da leitura é essencial para a formação de leitores permanentes e com visão critica, a Escola Municipal Professora Irmã Blandina Cisz aposta no Projeto de leitura intitulado “Sacola Viajante”.O principal objetivo dessa proposta é desenvolver as habilidades de leitura e escrita. Através do projeto pretende-se enriquecer o conteúdo interdisciplinar visando o aprendizado global, despertar o prazer pela leitura por meio de diversas fontes bibliográficas, estimular o gosto pelo contar e ouvir historias, bem como registrar os apontamentos sobe a mesma e envolver a família no processo de ensino e aprendizagem.”

Atividade da sacola Viajante.

Quer conferir o material completo? CLIQUE AQUI.

Motivação dos Alfabetizadores

“Para motivar nossas professoras alfabetizadoras do 1º ano do Município de Balneário Camboriú a trabalharem de forma lúdica as situações multiplicativas, preparei uma aula bem divertida e dinâmica. Através do livro “Bichodário”  da autora Telma Guimarães, desafiei as professoras alfabetizadoras a resolverem as situações problemas retiradas a partir do contexto do livro. Cada situação problema apresentada era resolvida a partir de desenho e personagens do livro. Foi muito divertido e as professoras compreenderam as diversas situações multiplicativas e como fica mais fácil trabalhar com seus alunos de forma lúdica e contextualizada.  Pois como consta no caderno 4 de Matemática: “Para o desenvolvimento do raciocínio aditivo e multiplicativo é importante propor aos alunos problemas variados, envolvendo as diferentes situações que compõem os campos conceituais. Assim as crianças enfrentam situações desafiadoras e não apenas resolvem problemas a partir da repetição de estratégias já conhecidas”. ( pág. 42)”

O relato acima, recebemos da Regina Delduque, Supervisora Escolar / Orientadora de Estudos PNAIC de Balneário Camboriú

10490120_874863085875363_85473641_n 10551781_874863862541952_1088790589_n 10551806_874865755875096_1037238749_n

10555028_874863665875305_602320411_n 10555169_874865625875109_156198710_n 10563532_874863535875318_315915519_n

É pertinente compartilhar essa motivação, pois os professores entusiasmados com o projeto, conseguem absorver bem mais fácil e repassar com uma qualidade sem igual o conteúdo, porque é como se ele estivesse aprendendo junto com as nossas crianças, a cada assunto aplicado dos cadernos do PNAIC. É com felicidade que socializamos este trabalho realizado, para que este exemplo se torne pratica em outros polos, parabéns.

Sequência Didática – Criando com Tangran

Recebemos de uma das nossas Professoras Alfabetizadoras, a Evandir Cunha de Medeiros, um sequência didática que foi aplicado no colégio E.E.B. JORNALISTA JAIRO CALLADO bem interessante, que cabe compartilhar para aplicação e adaptação conforme a necessidade de outras turmas do PNAIC.

Os objetivos desse trabalho são:

  • Apresentar a matemática de forma divertida.
  • Conhecer a origem do milenar quebra­cabeça chinês: TANGRAM.
  • Desenvolver a criatividade promovendo a construção de figuras.
  • Estimular a produção textual utilizando as figuras construídas.
  • Identificar as formas geométricas: triângulo, quadrado e paralelogramo.

Municipio de vamos ver qual1

Quer conferir o material completo? CLIQUE AQUI.

Professores do Município de Itajaí participam do PNAIC

Matéria do RIC NOTICIAS.

O Ric noticiais mostrou uma iniciativa da escola municipal de Itajaí, podemos perceber na matéria que o PNAIC aproxima os pais da comunidade escolar. Quarenta mães foram convidadas a participar de atividades com os filhos durante à aula, e olha, o resultado foi bem interessante.

Na mesma matéria podemos contar com diversos depoimentos, incluindo da Diretora Cátia Cristina Stail Sabel, avó, pais e alunos que dão uma resposta bem positiva para essa aproximação.

A ideia foi convidar às famílias, mães e até avós, todos passaram o dia confeccionando jogos que serão usados pelos alunos em sala de aula. Os materiais vão contribuir com a alfabetização das crianças, entre o primeiro e o terceiro ano. Para as crianças, pode até parecer uma corrida de brincadeira, mas os professores sabem muito bem onde querem chegar e pra isso, criaram jogos interessantes, mas o mais legal é observar o carinho e o cuidado com que fazem tudo isso, junto com os pais, pois é um aprendizado natural e criativo; parabéns pela iniciativa.

Confira a matéria completa, CLICANDO AQUI.

Incentivo à Aprendizagem nos Anos Iniciais

Confiram a galeria de fotos das atividades aplicadas da Professora Professora Maria Lucia do Município de Itajaí

Brincadeira elástico-legenda Brincadeira livre 1-legenda brincadeiras - legenda

Foto0953- Medalhas 1 Foto0955- medalhas 2 Foto0956- medalha 3

CLICANDO AQUI.

Material Dourado – Jogo do Nunca Dez

A Professora Maria Lucia Pickering desenvolveu o material dourado do “Jogo do Nunca Dez”, este mesmo foi compartilhado pela Coordenadora de Ensino da Secretaria da Educação de Itajaí, Cléia Mara R. Duarte. Trazendo nos slides, relatos da aplicação do material dourado em sala de aula.

Material dourado - Itajai

“Foi muito prazeroso ouvir os alunos observadores realizando contagens de dez em dez, contando quanto faltava para que a amiga trocasse seus cubinhos por uma barrinha, ou seja, demonstrando seus conhecimentos matemáticos de forma lúdica.”

Relato compartilhado pela professora Maria Lúcia.

Os slides podem ser conferidos clicando AQUI

Trabalhando com contos Clássicos

Socializamos em nosso blog, o material que foi desenvolvido pela Professora Maria Lucia Pickering e compartilhado pela Coordenadora de Ensino da Secretaria da Educação – Itajaí, Cléia Mara R. Duarte, que traz as diversas formas interpretativas do texto, mas desta vez, através da leitura de um livro, para que percebessem que um mesmo conto pode sofrer variações.

Material da cinderela

A galeria completa e comentários sobre o trabalho, pode ser conferido clicando AQUI